Uma viagem completa de 12 dias para você conhecer as principais cidades e atrativos culturais e naturais de Portugal e Espanha.

Lugares visitados:

Lisboa; Sintra; Cascais; Óbidos; Fátima; Coimbra; Porto; Braga; Santiago de Compostela; Salamanca; Ávila; Vale dos Caídos; Madri; Valência; Barcelona.

CIRCUITO IBÉRICO – LISBOA A BARCELONA

12 dias de viagem com café da manhã buffet | 12  dia(s)

Lisboa; Sintra; Cascais; Óbidos; Fátima; Coimbra; Porto; Braga; Santiago de Compostela; Salamanca; Ávila; Vale dos Caídos; Madri; Valência; Barcelona.

Valores por pessoa em apto duplo para saída nos seguintes meses de 2018: Abril – Junho – Julho – Agosto – Outubro

Obs.: Os valores mencionados ao lado não inclui aéreo – favor consultar.

 

SERVIÇOS INCLUÍDOS

  • 11 Cafés da manhã buffet;
  • Circuito em ônibus de turismo;
  • Traslado de chegada e saída;
  • Estadia em quartos duplos nos hotéis mencionados;
  • Taxas hoteleiras e de serviço;
  • Serviço de bagageiros nos hotéis (1 mala por pessoa);
  • Acompanhamento durante todo o circuito por um guia Abreu bilíngue (português e espanhol);
  • Visitas de Cidade (incluídas) com Guia Local: Lisboa, Porto, Madri, Valência e Barcelona;
  • Outras Cidades e Locais comentados pelo nosso Guia: Sintra, Cascais, Óbidos, Coimbra, Braga, Valença, Santiago de Compostela, Salamanca e Ávila;
  • Entradas em museus e monumentos de acordo com o itinerário: Igreja dos Jerônimos, Santuário de Fátima, Biblioteca de Coimbra, Sé do Porto, Santuário do Bom Jesus de Braga, Vale dos Caídos, Catedral de Valência e Catedral de Barcelona;
  • Subida no bondinho movido a água até ao Santuário do Bom Jesus de Braga;
  • Visita de uma Cave de Vinho do Porto.

SERVIÇOS EXCLUÍDOS

Tudo o que não estiver devidamente especificado como Serviços Incluídos.

Roteiro

Dia  1 –  Chegada a Lisboa

Chegada no aeroporto de Lisboa, recepção por pessoal especializado da Abreu Portugal e traslado para o hotel. Hospedagem. Tempo livre para os primeiros contatos com esta linda cidade, situada na margem norte do Rio Tejo, a poucos quilômetros do Atlântico. Lisboa ocupa um lugar muito especial entre as capitais europeias. A cada passo, o visitante depara com memórias de um longo passado nacional e europeu que mantém com o presente uma forte ligação. Um estilo de vida moderno começa a caracterizar esta cidade rica em tradição. Ao contrário de tantas outras grandes cidades da Europa, Lisboa e os seus habitantes souberam preservar uma notável autenticidade. Por outro lado, a vista do Tejo, do Atlântico, das praias, da costa escarpada, da serra e da luxuosa natureza, fazem da capital portuguesa, uma das mais belas cidades europeias. Sugerimos uma visita ao Castelo de São Jorge e ao Parque das Nações, local onde se efetuou a Expo’98, com o seu Oceanário (um dos maiores do mundo).

Dia  2 – Lisboa

Após o café da manhã, saída para Queluz e Sintra. Prosseguimento pela Malveira da Serra e pela estrada do Guincho até Cascais – antiga aldeia de pescadores e hoje uma das áreas residenciais mais elegantes do país. Tempo livre para almoço. Continuação pela estrada ao longo da costa do Estoril, passando junto ao seu famoso Cassino (um dos mais prestigiados da Europa). Regresso a Lisboa para visita desta cidade, fundada há cerca de 3.200 anos por mercadores fenícios e, mais tarde, habitada por gregos, cartagineses, romanos, visigodos e mouros, incluindo a Torre de Belém, fortaleza construída no séc. XVI e que é hoje o emblema turístico da capital portuguesa, Padrão dos Descobrimentos, monumento construído em 1960 no local de onde partiram as caravelas de Pedro Álvares Cabral e de Vasco da Gama nas suas grandes viagens dos descobrimentos, Mosteiro dos Jerônimos, construído no séc. XVI por ordem de D. Manuel I – visita da sua belíssima igreja de estilo manuelino, Bairro da Alfama, o mais antigo ainda com aspecto medieval, Baixa Pombalina (bairro comercial reconstruído após o grande terremoto de 1755), Praça do Comércio (uma das mais bonitas da cidade), Praça do Rossio (o coração da cidade, com a estátua de D. Pedro IV), Praça dos Restauradores, com o seu obelisco comemorativo da restauração da independência, Avenida da Liberdade e a Praça Marquês de Pombal, com o monumento construído em memória do antigo primeiro ministro de D. José I, responsável pela reconstrução da cidade após o terremoto. Regresso ao hotel. Para esta noite a sugestão é um jantar numa típica Casa de Fados, ao som da música tradicional portuguesa e com danças folclóricas do país (opcional).

Dia  3  – Lisboa / Óbidos / Fátima / Coimbra / Porto

Café da manhã e partida para Óbidos. Visita a pé pelas estreitas ruas e pequenas praças, a fim de conhecer esta belíssima vila, considerada um dos melhores exemplos de cidadela medieval na Europa. Continuação da viagem para Fátima, onde teremos tempo livre para o almoço e visita ao Santuário, um dos principais locais de peregrinação do mundo. Continuação para Coimbra, situada nas margens do Rio Mondego; terra natal de seis Reis e capital de Portugal até 1256, além de sede da mais antiga Universidade do país, fundada em 1290 pelo Rei D. Dinis, onde visitaremos a sua famosa Biblioteca barroca, considerada uma das mais ricas do mundo. Prosseguimento para a cidade do Porto. Situado na margem direita do Rio Douro, o Porto é a segunda maior cidade do país e capital regional do norte. Os romanos desenvolveram os povoados de Portus e Cale, de cada um dos lados do rio, nomes que viriam a se unir, dando origem ao nome de Portucale, para indicar a região entre os rios Minho e Douro, que constituiu o núcleo inicial do futuro reino de Portugal. A cidade prosperou com o comércio marítimo, devido à sua localização junto à foz do Douro e, mais tarde, tirou vantagem das riquezas geradas pelas descobertas marítimas dos sécs. XV e XVI. No séc. XVIII iniciou-se o comércio de vinhos com a Inglaterra e, desde então, o famoso Vinho do Porto nunca mais deixou de ganhar fama a nível mundial. Hospedagem.

Nota: A visita da Biblioteca de Coimbra está sujeita a reconfirmação em virtude de poder não se efectuar por motivos relacionados com cerimônias oficias, que inibam a entrada ao público em geral.

Dia – 4 Porto

Café da manhã e visita desta cidade que recentemente teve a sua parte antiga tombada como Patrimônio Mundial pela UNESCO; destaque para a Igreja da Lapa, a Sé do séc. XII (entrada) e visita panorâmica da cidade (Av. dos Aliados, Torre dos Clérigos, Av. da Boavista, Bairro da Foz, Ponte da Arrábida e Ponte de D. Luís) terminando numa Cave de Vinho do Porto para visita e degustação. Restante do dia livre em que poderá apreciar o tradicional comércio da “baixa portuense”; sugerimos fazer um passeio de barco no rio Douro, para ver a cidade de um ângulo diferente, e almoçar num restaurante do bairro típico da Ribeira (opcional).

Dia  5 –  Porto / Braga / Santiago de Compostela

Café da manhã. Continuação da viagem em direção a Braga, capital da bela e verdejante região do Minho e o centro religioso mais antigo do país. A fundação de Braga remonta à época dos romanos, que lhe deram o nome de Bracara Augusta e lhe trouxeram prosperidade e riqueza. Subida ao alto do Bom Jesus no célebre bondinho movido a água desde a sua fundação em 1882 e, após uma panorâmica do Santuário, continuação em direção a Valença, cidade situada na margem sul do Rio Minho, que faz a fronteira natural entre Portugal e Espanha. Parada e tempo livre para almoço nesta cidade fortificada. Entrada na Espanha pela Galiza. Esta é a região mais verde de toda a Espanha; no seu interior montanhoso, os minifúndios são cultivados de forma tradicional. É também a região mais marítima do país: três das suas quatro províncias têm uma costa atlântica e a sua cozinha baseia-se em saborosos frutos do mar. Os Galegos, cujas origens são célticas, têm muito orgulho da sua cultura e da sua língua, semelhante ao português. O caráter céltico desta bela terra é ainda evidente no instrumento musical tradicional favorito – a gaita-de-foles. Chegada a Santiago de Compostela – centro religioso e de peregrinação desde a Idade Média, em consequência da descoberta do túmulo de Santiago Maior no séc. IX. Tempo livre para visita à famosa Catedral, onde está sepultado o Apóstolo, na Praça do Obradoiro, rodeada de belos edifícios históricos. Hospedagem no hotel.

Dia  6 – Santiago de Compostela / Salamanca

Após o café da manhã, partida de Santiago de Compostela, ladeando um trecho de um dos “Caminhos de Santiago” em direção a Salamanca pela região interior da Galiza, atravessando a província de Lugo. No percurso atravessaremos ainda a região de Leão e Castela, o berço da nação espanhola, com os seus montes encimados de castelos e as suas planícies de cor ocre. Ao longo da história espanhola, esta região central teve uma grande influência na língua, cultura e religião. Tempo livre para almoço no percurso e passagem ao lado de Zamora, situada nas margens do rio Douro. Chegada na bela cidade de Salamanca, “a Cidade Dourada”, situada nas margens do rio Tormes e declarada monumento nacional em virtude dos seus magníficos edifícios dos séc. XVI, XVII e XVIII, possuindo o melhor conjunto espanhol de arquitetura renascentista. Tempo livre para visitar esta cidade universitária, com os belos edifícios que rodeiam o Pátio das Escolas, parte integrante da Universidade do séc. XIII, uma das mais antigas e distintas da Europa. Podemos ainda ver a Casa das Conchas, palácio do séc. XVI cuja fachada se encontra repleta de conchas de vieira – o símbolo de Santiago, terminando com as Catedrais Nova e Velha dos séc. XVI e XII, respectivamente, e a magnífica Plaza Mayor, construída por Felipe V e considerada a mais bela de toda a Espanha. Hospedagem.

Dia  7 – Salamanca / Ávila / Vale dos Caídos / Madri

Café da manhã e saída em direção a Ávila. Vista panorâmica da cidade, rodeada por 2.500 metros de muralhas medievais e terra natal de Santa Teresa de Jesus, fundadora das Carmelitas Descalças e Doutora da Igreja. Continuação para visita do Vale dos Caídos, imponente monumento mandado edificar por Francisco Franco, após a Guerra Civil Espanhola. Continuação para Madri onde chegaremos a meio da tarde. Tempo livre para os primeiros contatos com a belíssima capital espanhola, uma cidade com mais de 3 milhões de habitantes, situada no centro geográfico do país. Pensa-se que o seu nome poderá derivar da palavra árabe “magerid”, “cidade das águas”. Madri foi conquistada dos mouros em 939, pelo rei Ramiro II. Só em 1083, com D. Afonso VI, passaria definitivamente para a posse dos reis cristãos e seria elevada à categoria de capital espanhola apenas no reinado de Filipe II em 1561. Devido ao seu isolamento geográfico, só depois da chegada da linha férrea no séc. XIX, é que se tornou na maior cidade da Espanha. Hospedagem. À noite, sugerimos um espetáculo de dança clássica flamenca (opcional).

Dia  8 – Madri

Após o café da manhã, visita panorâmica da cidade de Madri, percorrendo os seus principais bairros e monumentos: Praça de Espanha, com o monumento a Cervantes, Gran Via, a principal artéria comercial da cidade ladeada de belos edifícios, a Praça Cibeles, com a sua harmoniosa fonte dedicada à deusa grega da agricultura e fertilidade, o Passeio do Prado, com o seu famoso museu, a antiga estação ferroviária de Atocha, o Parque do Retiro, a Praça de Touros de Las Ventas, a mais bela de Espanha, o Passeio da Castellana, a principal avenida da cidade com os seus bonitos jardins e fontes, o Estádio Santiago Bernabéu (parada) a Praça da Porta do Sol e a Praça do Oriente (com o Palácio Real, o Teatro da Ópera e a estátua de Filipe IV). Esta tarde poderá fazer uma excursão à cidade fortificada de Toledo, antiga capital de Espanha, que alcançou o seu apogeu nos séc. XIV e XV, e que é hoje cidade-museu e Patrimônio Mundial da UNESCO (opcional). Hospedagem no hotel.

Dia  9 – Madri / Valência

Café da manhã. Tempo livre em Madri. Em hora a informar, saída em direção a Valência, uma das mais antigas e terceira maior cidade espanhola, fundada pelos romanos no ano de 138 a.C. com o nome de Valentia Edetanorum. Valencia é ainda hoje uma das cidades mais dinâmicas do país, com uma excelente gastronomia, onde os pescados e o famoso arroz ou paelha valenciana, têm um lugar muito importante. As festas também têm grande importância, como se pode comprovar com as Fallas, que ocorrem no mês de Março. Hospedagem no hotel.

Dia  10 – Valência / Região de Barcelona

Após o café da manhã, visita panorâmica da cidade, terminando no centro, para apreciar a Catedral (entrada), onde segundo a tradição, se guarda o cálice da Última Ceia, o Santo Graal, o Mercado e outros edifícios de destaque. Tempo livre para passear e visitar a Cidade das Artes e das Ciências, um maravilhoso projeto contemporâneo, da autoria de Santiago Calatrava. Em hora a determinar, partida para Barcelona, com chegada ao fim da tarde. Esta cidade é, não só um dos mais movimentados portos do Mediterrâneo, mas também capital da Catalunha, segunda maior cidade de Espanha e o seu principal centro industrial. Barcelona rivaliza com Madri como centro de cultura, de comércio e de desporto. Aqui se realizaram os Jogos Olímpicos de 1992. Hospedagem na região de Barcelona.

Dia  11 – Barcelona

Café da manhã no hotel. Pela manhã, visita da capital catalã: o famoso Bairro Gótico, o mais antigo da cidade, assim chamado devido ao grande número de construções góticas nele existentes, como a belíssima Catedral (entrada), cuja construção foi iniciada no séc. XIII, mas apenas terminada no séc. XIX, altura em que foi completada a fachada, as Ramblas, a movimentada avenida central da cidade, a Praça da Catalunha, com as suas belas fontes, Passeio de Gracia, avenida com comércio elegante que foi construída no séc. passado, as Casas Millá (La Pedrera) e Battló, obras-primas de Gaudi, a Igreja da Sagrada Família, belo exemplar da arquitetura modernista de Gaudi, que trabalhou na sua construção até à data da sua morte, o Parque de Montjuich e o Estádio Olímpico. Restante do dia livre para continuar a descobrir as belezas de Barcelona ou participar de um passeio opcional ao Parque Güell e Pueblo Español, onde teremos uma prova de “tapas” e “cava”. Hospedagem.

Dia  12 – Saída de Barcelona

Os serviços do hotel terminam com o café da manhã (o quarto poderá continuar ocupado até às 10 ou 12 horas, conforme as normas de cada hotel). Tempo livre até a hora do traslado ao aeroporto. Feliz viagem de regresso.

12 Dias – 11 Diárias

A partir de 1.215, 00 por pessoa
20% Entrada + 9x sem juros no cartão de crédito.

Selecione o número de pessoas
e solicite um orçamento

Ficou com dúvidas? Fale com a gente